alt marcas
8 de dezembro de 2016

No total, 22 iniciativas com foco na solução de problemas locais da região do Pará participaram do pitch

No dia 26 de novembro, 54 jovens apresentaram iniciativas inovadoras, construídas após o processo de Formação do Programa Pense Grande, em Santarém e Belterra, no Pará. Entre os 22 empreendimentos sociais apresentados no evento, cinco foram premiados. O evento marca o término da Formação, que em Santarém é executada pela ONG Saúde e Alegria, parceira da Fundação na região.

Para Paulo Lima, coordenador de Empreendedorismo Juvenil da organização, a premiação foi emocionante, porque demonstrou grande superação dos jovens, a uma plateia de cerca de 150 pessoas, entre diretores de universidades, professores, amigos e familiares. “Parte do grupo veio de comunidades rurais ribeirinhas. Ficamos impressionados, porque eles realizaram apresentações seguras e com qualidade, mostrando desenvolvimento nas competências de comunicação e argumentação. Esse resultado mostra que nossa metodologia está dando certo”, comemora Lima.

Os participantes mostraram suas ideias em formato de pitch (apresentação de até cinco minutos sobre cada iniciativa), para uma banca composta por organizações e consultores, como a Fundação TelefônicaAliança EmpreendedoraNatura e Ulbra. Inovação, tecnologia, viabilidade financeira e impacto socioambiental foram alguns dos critérios adotados pela equipe.

O primeiro lugar ficou com a iniciativa CAFRAA Cooperativa da Agricultura Familiar do Rio Arapiuns é um empreendimento que visa enfrentar o problema do acesso ao mercado consumidor pelos agricultores familiares das comunidades ribeirinhas. A ideia é propor preços justos para o agricultor e oferecer produtos saudáveis para o consumidor, divulgando informações pela internet.

 

 

O aplicativo Voto Fácil ocupou a segunda posição, ao apoiar decisões de coletivos, clubes e grupos de interesse. Pensando em facilitar a participação em decisões que antes só ocorriam em reuniões presenciais, o Voto Fácil é um serviço de divulgação de informações sobre eleições e aprovação de decisões.

 

 

 

O terceiro lugar foi para o projeto Cocoricó Caipira, página que vende galinha e ovos caipiras.

 

 

 

 

Em seguida, veio a START.ME na quarta colocação, plataforma online com o propósito de auxiliar as pessoas a alcançarem suas metas de vida.

 

 

 

 

EASYPASS, startup que realiza serviço de recadastramento de carteirinhas de estudante, ficou na quinta posição. 

As iniciativas abordaram temas como venda de alimentos e desenvolvimento de aplicativos. Os prêmios são cursos na Escola de Startups e livros. Além disso, dez jovens serão selecionados para uma viagem de imersão e networking.

 

A Fundação Telefônica acredita no poder da juventude para a transformação social e também no empreendedorismo e na tecnologia digital como ferramentas para solução de problemas socioambientais locais, e é a partir disso que o programa Pense Grande tem como objetivo disseminar uma cultura empreendedora para os jovens de todo o Brasil. Quer saber mais sobre as outras frentes do Programa Pense Grande? Acesse aqui!



 

Notícias relacionadas

22 de fevereiro de 2017

Jovens com ideias empreendedoras de ETECs fazem seu último encontro do Pense Grande

7 de fevereiro de 2017

Programa Pense Grande desperta o empreendedorismo social em jovens de todo o Brasil

2 de dezembro de 2016

Mentorias no Programa Pense Grande proporcionam trocas de experiências com jovens empreendedores