alt marcas

O Indivíduo | Vida de #hashtags

Atividade complementar 1:

Tempo Estimado

50min

Materiais
Necessários

Levantar informações sobre como o(a) jovem enxerga a si mesmo(a) e seu entorno e como os outros o(a) enxergam, gerando autoconhecimento e reflexão sobre sua identidade e sua região. Incentivar uma leitura crítica dos meios de comunicação e Estimular um olhar analítico sobre o lugar onde os(as) jovens moram, promovendo a capacidade de apontar demandas e dilemas locais.

Alternativa e/ou complemento para: Atividade 3 (Ikigai). O Vale do Jequitinhonha foi o território pioneiro dentro do Programa Pense Grande no trabalho com #hashtags para auxiliar no processo de autoconhecimento dos jovens.

#comofazer:

A_De uma forma simples e breve, pergunte se o grupo se lembra de alguma #hashtag da internet. Leve também alguns exemplos, caso o grupo não se recorde. Exemplos: #PenseGrande, #empreendedores, #juventudeAtiva, #tamujunto.

B_Peça para que se reúnam em grupos de até quatro pessoas. Uma sugestão para organizá-los é pedir que se agrupem a partir de superpoderes comuns, listados na atividade “Qual é o seu superpoder?”.

C_Os participantes receberão uma folha (se possível no tamanho A3), dividida em quatro seções:

Em “Como a mídia nos vê” a ideia é levantar exemplos de como o local onde os(as) jovens moram (bairro, cidade) é retratado pelos jornais, TVs, internet etc. É um mergulho nos dilemas ou potências que sua região tem.

Já “Como nossas famílias nos veem” e “Como nós realmente somos” são reflexões mais individuais (de dentro para fora), enquanto que os outros dois são olhares de fora para dentro.

D_Em cada quadrante, os grupos preencherão os espaços com imagens que os representem, retiradas de revistas e jornais. Em seguida, peça para que identifiquem as principais imagens com #hashtags.

E_Após preencherem os quadrantes, peça para que cada grupo apresente o que produziu. É importante que explicitem seus pontos de vista, o porquê das imagens escolhidas e como se sentem a partir disso.

Algumas perguntas podem ajudar nessa reflexão:

“O que chamou a atenção do grupo nesta atividade?”
“Alguma coisa despertou a reflexão depois que as imagens foram escolhidas? Houve alguma surpresa, alguma revelação para o grupo?”
“Como é se enxergar através do outro? Algo chamou a atenção de vocês?”
“Você já tinha parado para pensar em suas características e na forma como os outros te veem? Que diferença isso pode fazer em sua vida?”
“Há algum aspecto que te define que você gostaria de transformar?”

Diga aos jovens que esse exercício de olhar o outro (e ser olhado) será muito trabalhado a partir do Tema 4 desta formação, quando falaremos sobre Empatia.

Para finalizar a atividade, realize um debate com os grupos, sistematizando as principais #hashtags que identificam a turma.