alt marcas

O Indivíduo | Qual é o seu superpoder?

Atividade complementar 2:

Tempo Estimado

40min

Materiais
Necessários

“Em que você é bom(boa)?” Despertar e reconhecer nos(as) jovens quais são seus talentos, potências e interesses. Identificar o que os une e o que podem aprender uns com os outros. Ao final da atividade, teremos uma rede de interesses e saberes, que poderá contribuir para o desenvolvimento do empreendimento nos próximos encontros.

Alternativa e/ou complemento para: Atividade 3 (Ikigai) ou atividade 4 (Você é seu(sua) super-herói/heroína).

#comofazer:

A_Com a turma em pé, distribua um rolo de barbante para um(a) dos(as) jovens. Ele(a) começa a atividade respondendo a três perguntas:

a) Quem é você?
b) O que te inspira a estar aqui? Por que você acorda todos os dias e faz o que você faz?
c) Qual seu superpoder?

B_Ao final da fala, esse(a) jovem passará o rolo de barbante para outra pessoa que iniciará sua apresentação. A atividade termina quando todos(as) se apresentarem.

Veja abaixo algumas perguntas ativadoras que podem ser usadas:

a) Em “Quem é você?”, pergunte ao(à) jovem qual seria a #hashtag que o(a) define ou, ainda como se definiria com um tuíte (uma frase bem curta e objetiva). Lembramos que no Twitter cada “tuitada” tem, no máximo, 140 caracteres.

b) Em “O que te inspira a estar aqui? Por que você acorda todos os dias e faz o que você faz?”, queremos saber a real motivação desse(a) jovem para estar no Pense Grande. A ideia é que as respostas se conectem às expectativas apresentadas na atividade anterior.

c) “Por que você escolheu estar no Pense Grande?” pode ser um ótimo disparador para essa reflexão, além de apontar os interesses para assuntos e temas que poderão compor os próximos encontros da formação.

d) “Qual seu superpoder?” tem muito a ver com o que de melhor esse(a) jovem sabe fazer ou conhece. Pode estar relacionado a sua vida pessoal – como, por exemplo, saber tocar um instrumento musical – ou a uma característica de sua personalidade, por exemplo, ser um(a) bom(oa) ouvinte. Pode também estar relacionado à escola ou à família.