alt marcas

O Indivíduo | Não estamos sozinhos

Atividade 5:

Tempo Estimado

30min

Materiais
Necessários

Identificar as redes de apoio do(a) jovem no início de sua trajetória empreendedora – quem está próximo e pode ajudá-lo(a) em seus projetos de vida. Identificar uma rede coletiva que apoie o grupo em seus futuros empreendimentos

#comofazer:

A_Cada participante deverá listar três pessoas que sempre estiveram ao seu lado.

B_Depois, ele(a) listará três pessoas que considera as mais influentes em sua vida (e que conhece pessoalmente) – por exemplo, amigos, professores, alguém de seu bairro etc.

C_Peça para os(as) jovens listarem outras três pessoas que também conhecem pessoalmente e que consideram bem conectadas – por exemplo, pessoas bastante ligadas às tecnologias, tendências, que consomem muita informação, que estão ligadas a diversos grupos e pessoas etc.

D_Por último, eles(as) devem listar três pessoas que querem conhecer e que também podem ajudá-los(as) a realizar seus projetos. Cada jovem terá uma lista com 12 nomes.

E_Com a lista em mãos, os(as) jovens agora irão remontá-la visualmente para terem uma noção clara do grau de proximidade de cada uma das pessoas listadas. Para isso, os(as) participantes devem desenhar uma espécie de teia em que eles(as) se colocam no centro. As pessoas listadas serão colocadas ao redor do nome do(a) jovem. As que estão em um contato mais direto devem ser colocadas bem perto do(a) jovem e as que estão mais distantes devem ser colocadas mais longe.

F_Agora que todos(as) têm sua lista de potenciais apoiadores, peça para que o grupo compartilhe alguns nomes de sua rede de relações – você pode perguntar aleatoriamente dentre os mais influentes, mais próximos e quem gostaria de conhecer.

Nessa colheita, estabeleça com o grupo possíveis conexões. Como esses nomes se conectam entre si? Há algum ponto comum, algo ou alguém que os una? A conexão pode se dar pelo tipo de atividade que desenvolvem, pelo local onde moram, com quem se relacionam etc. Para registrar essas informações, utilize uma lousa, algum editor de imagens ou até mesmo uma folha grande, por exemplo, de flipchart. Se possível, deixe esse mapeamento afixado na sala durante toda a formação – poderá ser útil nas próximas etapas da formação.