alt marcas
Ver todos os jovens

Conheça o empreendimento

Raphael A. Debeza

19 anos

Clubebook

Até me mudar para o bairro do Butantã, morei com meus pais na Vila Nova Galvão, divisa de São Paulo e Guarulhos. Por ser periferia, tudo chega atrasado, conexão de Internet bem ruim, saneamento básico razoável, rua de terra. Tem alguns parques e quadras, porém muitas são usadas para consumo de drogas. O que eu gosto são as amizades que construí, que transcenderam diversas barreiras. No meu "novo bairro", adoro o ar puro, a lua brilhante, o cantar dos passarinhos, mas também estar ao ladinho do metrô.

Da minha história, o mais importante é dizer que:

Sempre estudei em escola pública e sempre reconheci a sabotagem que sofre a classe baixa com um modelo de ensino fracassado que mais toma tempo do que ensina. Quando iniciei os estudos na federal, fiquei mais tranquilo, ainda havia esperanças. Viver esse contraste despertou em mim uma sede de mudança; de mostrar para os jovens que vivem na normose ("comportamentos normais de uma sociedade que causam sofrimento e morte", segundo o filósofo Jean-Yves Leloup), que a vida pode ser incrível. Decidi empreender um negócio de roupas, estudei e até vendi várias peças. Mas, infelizmente não percebi que que estava assumindo mais responsabilidades do que estava preparado e com 15 anos, tive estresse burnout (também conhecido como esgotamento profissional). Parei o negócio, decaí nos estudos, na vida social e emocional. Me vi impossibilitado de causar a mudança que almejava, mas eis que surge na faculdade um programa de empreendedorismo social, o Pense Grande. Só pela chamada eu já gostei.

Da minha ação, o mais importante é dizer que:

Participo da equipe do projeto Clubebook. Fomos adiante com a startup criada durante o programa e agora estamos em processo de incubação, uma experiência incrível.

Do meu desafio, o mais importante é dizer que:

O gerenciamento correto do tempo, lidar com o negócio, faculdade, trabalho, família e ainda ter tempo para si é um desafio real. Empreender não é kart, é montanha russa, ora você está lá em baixo, ora está lá em cima.

Pensar Grande é:

Ousar dar asas às ideias. Trocar o controle da televisão pelo canvas e pelos post-its.

Ver todos os jovens