alt marcas

31 de julho de 2018

Para jovens que querem começar ou manter um negócio próprio, ter apoio é fundamental. E acreditando nisso, a Fundação Telefônica Vivo entra como parceira da Secretaria Municipal do Trabalho e da Agência São Paulo de Desenvolvimento (Ade Sampa) com o Vai Tec, que está com inscrições abertas até o dia 05 de agosto, focado especialmente em incentivar a manutenção e crescimento de iniciativas que envolvam tecnologia e tenham surgido em zonas periféricas de São Paulo.

Serão selecionados 24 negócios inovadores ou de tecnologia de jovens maiores de 18 anos para um programa de 6 meses,  que oferece capacitações, acesso a rede de contatos e recurso de R$ 32 mil por empreendimento. Nesta 3ª edição, haverá o diferencial de não só fornecer recurso financeiro, mas também apoiar com uma metodologia para acompanhar e complementar os projetos selecionados.

Foi a partir dessa ideia que a Ade Sampa convidou a Fundação Telefônica Vivo para agregar com a vivência do programa Pense Grande e sua metodologia, que já atendeu a mais de 41.000 jovens, a oferecer apoio e incubação de negócios a 45 empreendimentos de todo o Brasil

“A ideia da parceria é exatamente a de somar a experiência que a Fundação adquiriu como ponto de partida, adaptando para a realidade do empreendedor das periferias”, afirma Guilherme Ralisch, Gerente de Programas e Projetos na Agencia São Paulo De Desenvolvimento.

Como será na prática

A metodologia Pense Grande, baseada nos pilares de empreendedorismo, tecnologia e comunidade vai ao encontro do compromisso estabelecido pela 3ª edição do Vai Tec: proporcionar aos jovens de baixa renda mecanismos e acompanhamento para impulsionar seus negócios, o que é também determinado pela lei municipal que regulamenta o programa.

As oficinas e etapas do programa, que começa em setembro de 2018 e vai até março de 2019, serão distribuídas pelas próprias regiões periféricas, como uma forma de estimular outros empreendedores que já inovam em suas comunidades. Isso não exclui o deslocamento até outros polos do ecossistema empreendedor da cidade, já estabelecidos no mercado. O objetivo é trazer referencial que poderá ser revertido, adaptado e reformulado para aplicação nos negócios.

Informações importantes para quem se interessou sobre o Vai Tec

Quem pode participar?

Jovens acima de 18 anos que estão desenvolvendo negócios inovadores em estágios iniciais e tenham dificuldades de investir tempo e recursos para dar os próximos passos na jornada empreendedora.

É necessário residir em algumas das seguintes prefeituras regionais:

Zona Norte: Casa Verde/Cachoeirinha, Freguesia/Brasilândia, Perus, Pirituba, Jaçanã/Tremembé;

Zona Leste: São Miguel Paulista, Ermelino Matarazzo, Itaim Paulista, São Mateus, Guaianases, Cidade Tiradentes, Itaquera, Vila Prudente, Penha, Sapopemba;

Zona Sul: Parelheiros, Capela do Socorro, M´Boi Mirim, Campo Limpo, Cidade Ademar.

Quando?

As inscrições ficam abertas até dia 05 de agosto.

Como são feitas?

Pelo site da Ade Sampa.

Os critérios adotados levam em consideração o estágio de andamento do projeto (clareza de objetivos, os desafios já superados, estrutura do modelo de negócios) e também o grau de dedicação dos jovens à iniciativa que pretendem investir.

Outras datas importantes:

No dia 17 de agosto serão anunciados os selecionados para a primeira fase do Vai Tec.

O programa tem início em 17 de setembro de 2018 e dura 6 meses.

Fique atento ao cronograma detalhado no site.

O que é oferecido?

Bolsa de R$ 32 mil por empreendimento, além de capacitações e acesso a redes de contato.



 

Notícias relacionadas

Jovens participantes do encontro Empreendedor do Pense Grande posam para foto em grupo em cima de um palco
28 de outubro de 2019

Encontro Empreendedor fortalece rede de jovens e troca de experiências

6 de setembro de 2019

Imersão Pense Grande: autoconhecimento e troca entre empreendedores

Imagem mostra um jovem de tranças, de braços erguidos, olhando para um celular que está em suas mãos
3 de setembro de 2019

Periferia em foco: quem empreende e transforma sua quebrada?