alt marcas
29 de novembro de 2018

Essa e outras explicações estão nessa lista dos termos mais usados no universo empreendedor

O que são negócios de impacto? Há diferença entre eles e os chamados negócios sociais? O que configura um ecossistema empreendedor? Como diferenciar aceleradoras de incubadoras?

Para quem está mergulhando agora no universo empreendedor, saber o significado e as diferenças entre os conceitos de empreendedorismo social mais usuais é essencial para o desenvolvimento dos negócios. Afinal, o mercado de impacto social no Brasil não para de crescer.

Em 2017, A Força Tarefa de Finanças Sociais – mais conhecida como Aliança Pelos Investimentos e Negócios de Impacto – conseguiu emplacar um conjunto de ações, sancionadas pelo governo federal, para fomentar o campo do empreendedorismo social no país. Segundo o Relatório da Estratégia, o objetivo é conseguir esse investimento em capital para incentivar a oferta de negócios de impacto socioambiental, fortalecendo organizações intermediárias que fazem parte desse ecossistema.

A fim de ajudar os jovens empreendedores a entender melhor cada termo e comunicar sua proposta de negócio com mais clareza, selecionamos abaixo alguns dos termos mais usados no vocabulário do empreendedorismo social com as definições simples de cada conceito.

Quer saber mais? Confira o glossário da metodologia Pense Grande e fique por dentro de outros termos do universo empreendedor.

Aceleradora

Uma aceleradora tem como objetivo principal investir financeiramente em empresas e negócios com maior potencial e vontade de crescer rápido (alto impacto). Geralmente, esse tipo de organização abre editais para selecionar startups que já passaram pelo estágio inicial.

Incubadora

 Já a incubadora oferece, além do investimento, apoio e capacitação para empreendedores na etapa inicial de seus negócios, auxiliando na construção de estruturas para garantir maiores chances de destaque no mercado. O critério de incubação de uma startup em detrimento de outra, normalmente está relacionado ao grau de inovação de sua proposta.

 

Desenvolvedora

O Mapa de Soluções Inovadoras, desenvolvido pela Ashoka e Instituto Walmart,  definiu o conceito de desenvolvedora como organização que oferece treinamento, consultoria e capacitação com foco em micro e pequenas empresas, criando um ambiente propício para o nascimento dos negócios sociais. Aqui entram aceleradoras, incubadoras e organizações intermediárias.

Capital semente

Modelo de financiamento dirigido a projetos empresariais em estágio inicial ou estágio zero. Segundo definição do glossário do ICE, trata-se do interesse de um ou mais grupos em investir em fundos para o início de um negócio, bolando estratégias para que o empreendimento tenha recursos suficientes para se sustentar até atingir um estado onde consiga se manter financeiramente ou receba novos investimentos.

Negócio Social

Há cinco anos, a aceleradora Yunos Negócios Sociais chegou ao Brasil e convencionou a definição de negócio social como empresas que têm a única missão de solucionar um problema social, são sustentáveis financeiramente e não distribuem dividendos. O lucro inicial, quando recuperado pelo investidor, é utilizado para ampliar as atividades da própria empresa e, assim, garantir impacto social.

 

Negócio de Impacto

Consultamos Diogo Quitério, porta-voz do Instituto de Cidadania Empresarial (ICE) para entender a diferença entre um negócio social e um negócio de impacto. Embora esses termos sejam associados ao mesmo objetivo, o que muda no negócio de impacto é o modelo jurídico da organização, abrangendo a possibilidade de redistribuição de seus dividendos. Uma startup pode optar por repassar o lucro obtido para seus colaboradores, sem deixar de entrar na categoria de geração de impacto social.

Negócio Inclusivo

De acordo com definição do Mapa de Soluções Inovadoras, o termo pode ter três implicações: (1) projetos voltados para geração de oportunidades de emprego e renda para grupos com baixa ou nenhuma mobilidade no mercado de trabalho.(2) propostas de inclusão de pessoa com deficiência nestes espaços. (3) subcategoria de iniciativas de Negócios Sociais.

Ecossistema Empreendedor

Trata-se do conjunto de atores que circulam em torno do processo de investir, apoiar e usar o produto desse empreendedor. Os chamados “atores” estão ligados , de alguma forma, à solução apresentada pelo seu produto. Sendo assim, o ecossistema é constituído a partir de elementos de diversos segmentos: aceleradoras , investidores, comunidade, meio ambiente, sociedade.

 

Investidor anjo

O chamado investidor anjo é uma pessoa física que financia ou efetua investimento, usando seu capital próprio, no produto de uma determinada empresa, geralmente  uma startup.

Plano de negócio

Ferramenta que auxilia o(a) empreendedor(a) a estruturar de forma escrita seus pensamentos, visões, estratégias, alocação de recursos e a definir o caminho a seguir.

 

Pitch

Apresentação rápida do negócio, que pode variar entre três à dez minutos, com objetivo principal de sintetizar o diferencial do produto ou serviço oferecido a fim de atrair a atenção dos investidores. A missão do empreendedor é tocar em pontos fundamentais sobre sua ideia (rentabilidade, inovação, vantagens) que despertem o interesse imediato do cliente. Saiba mais sobre as dicas para fazer um pitch de sucesso!

Teste de fumaça

O Teste de Fumaça é um blefe. Ele acontece quando uma equipe de empreendedores  anuncia o lançamento de um serviço (ou produto) no mercado apenas para entender a reação de seus potenciais clientes.