alt marcas

Junto a cinco coletivos de comunicação, o Programa Pense Grande quer saber a história de quem está transformando as periferias de São Paulo

3 de setembro de 2019

O programa Pense Grande, da Fundação Telefônica Vivo, se une a cinco coletivos de comunicação: Alma Preta, Desenrola e Não Me Enrola, Historiorama, Periferia em Movimento e Agência Mural, e convida jovens moradores da periferia de São Paulo a contarem, por meio de um clique, a história de como sua quebrada está sendo transformando positivamente em São Paulo.

Qual é o projeto que inspira o bairro em que você mora? Quem é a pessoa que luta por melhorias? Essas são perguntas que podem guiar a sua participação no concurso cultural Pense Grande a Sua Quebrada

Queremos saber pelo olhar de jovens entre 15 e 29 anos, que residem em bairros da periferia de São Paulo, histórias de pessoas ou projetos que estejam empreendendo e gerando impacto positivo, mudando para melhor o seu entorno.

Serão até cinco fotografias premiadas, que devem ser enviadas de 3 a 30 de setembro. Além de ganhar um celular no valor de até R$ 1.000, você ainda terá a sua história contada por todos os coletivos que apoiam o Pense Grande Sua Quebrada!

Anderson Meneses, da Agência Mural, resume a importância do projeto ao destacar os empreendedores sociais que já estão nas periferias há muito tempo e ainda dar visibilidade aos jovens.

“A Agência Mural tem essa missão de mostrar o protagonismo dos moradores das periferias. O nosso papel é encontrar esses personagens, quem já empreende e mostrar exemplos. Queremos mostrar jovens que estão criando, produzindo, gerando economia. A periferia é mais que os estereótipos impostos!”, explica.

A potência da periferia

Thais Siqueira, jornalista e cocriadora do Desenrola e Não Me Enrola, chama a atenção para a união de todos os coletivos, o que possibilitou a realização de um concurso cultural que dialogue diretamente com os jovens das periferias.

O coletivo em que atua é engajado em criar e ressignificar a produção de conteúdo, pesquisa e formação com o conhecimento presente nos diferentes contextos sociais que dão forma às periferias de São Paulo.

“Muitos jovens da cidade de São Paulo desenvolvem ações afirmativas nos territórios onde moram e atuam. A aproximação do Pense Grande Sua Quebrada potencializa essa conexão com a juventude periférica”, afirma Thais.

Já Pedro Borges acredita que é importante incentivar os jovens a continuarem a promover ações para transformar territórios como os que são retratados pela agência de jornalismo Alma Preta, onde ele atua.

“É muito importante esse tipo de concurso, porque você acaba incentivando a molecada a continuar fazendo. Principalmente com a questão das fotografias por celular, algo que as meninas e meninos nas periferias têm dominado. É importante que tenham seu trabalho reconhecido”, opina.

Empreendedorismo como caminho

Contar sobre caminhos possíveis, explorar e compartilhar as riquezas e soluções, muitas vezes consideradas caseiras, mas que impactam a vida das pessoas que estão ao nosso lado e usar a sabedoria de quem vive no entorno são aspectos valorizados pelo Periferia em Movimento. O coletivo traz o olhar específico e aprofundado de pensar a juventude a partir do extremo sul de São Paulo.

Para Aline Rodrigues, que integra a agência de jornalismo, o Pense Grande Sua Quebrada vem para trazer uma provocação e traduzir a discussão sobre empreendedorismo. Muitas vezes, o jovem que se sente à margem não se vê capaz de ser protagonista das mudanças que sonha para si e seu entorno.

“(O concurso) É mais do que explicar, é refletir com o jovem quais são as possibilidades de pensar em empreendedorismo dentro do histórico de vida dele, das pessoas à sua volta, do território e das coisas que ele acessa. Muitas vezes a juventude periférica é conduzida para ter somente uma alternativa de vida e não percebe seus talentos e a chance de fazer por conta, de fazer acontecer!”, reflete Aline.

QUER PARTICIPAR?

Faça uma foto significativa e inspiradora da pessoa ou projeto da sua quebrada. Serão consideradas a representação do tema empreendedorismo social, a relação da foto com a legenda e a descrição de até 280 caracteres, que precisa ser explicativa e coerente.

Além disso, será levada em conta a criatividade, a nitidez, o foco e a composição artística da fotografia.

Acesse a página do Pense Grande Sua Quebrada e leia com atenção o regulamento Espalhe essa ideia e enalteça sua quebrada pelo mundo!



 

Notícias relacionadas

Jovens relatam amadurecimento e evolução dos projetos na 5ª edição do Pense Grande Incubação
5 de fevereiro de 2020

Jovens relatam amadurecimento e evolução dos projetos na 5ª edição do Pense Grande Incubação

Imagem mostra o detalhe de uma mão segurando uma caneta e escrevendo em uma folha colorida com vários post-its colados.
3 de fevereiro de 2020

Pense Grande: formação de educadores em empreendedorismo social foi destaque em 2019

Grupo de empreendedores do Pense Grande Incubação formado por 16 pessoas posa em encontro do projeto, que incentiva o empreendedorismo em rede.
5 de dezembro de 2019

A importância do empreendedorismo em rede para os negócios sociais