alt marcas

Junto a cinco coletivos de comunicação, o Programa Pense Grande quer saber a história de quem está transformando as periferias de São Paulo

3 de setembro de 2019

O programa Pense Grande, da Fundação Telefônica Vivo, se une a cinco coletivos de comunicação: Alma Preta, Desenrola e Não Me Enrola, Historiorama, Periferia em Movimento e Agência Mural, e convida jovens moradores da periferia de São Paulo a contarem, por meio de um clique, a história de como sua quebrada está sendo transformando positivamente em São Paulo.

Qual é o projeto que inspira o bairro em que você mora? Quem é a pessoa que luta por melhorias? Essas são perguntas que podem guiar a sua participação no concurso cultural Pense Grande a Sua Quebrada

Queremos saber pelo olhar de jovens entre 15 e 29 anos, que residem em bairros da periferia de São Paulo, histórias de pessoas ou projetos que estejam empreendendo e gerando impacto positivo, mudando para melhor o seu entorno.

Serão até cinco fotografias premiadas, que devem ser enviadas de 3 a 30 de setembro. Além de ganhar um celular no valor de até R$ 1.000, você ainda terá a sua história contada por todos os coletivos que apoiam o Pense Grande Sua Quebrada!

Anderson Meneses, da Agência Mural, resume a importância do projeto ao destacar os empreendedores sociais que já estão nas periferias há muito tempo e ainda dar visibilidade aos jovens.

“A Agência Mural tem essa missão de mostrar o protagonismo dos moradores das periferias. O nosso papel é encontrar esses personagens, quem já empreende e mostrar exemplos. Queremos mostrar jovens que estão criando, produzindo, gerando economia. A periferia é mais que os estereótipos impostos!”, explica.

A potência da periferia

Thais Siqueira, jornalista e cocriadora do Desenrola e Não Me Enrola, chama a atenção para a união de todos os coletivos, o que possibilitou a realização de um concurso cultural que dialogue diretamente com os jovens das periferias.

O coletivo em que atua é engajado em criar e ressignificar a produção de conteúdo, pesquisa e formação com o conhecimento presente nos diferentes contextos sociais que dão forma às periferias de São Paulo.

“Muitos jovens da cidade de São Paulo desenvolvem ações afirmativas nos territórios onde moram e atuam. A aproximação do Pense Grande Sua Quebrada potencializa essa conexão com a juventude periférica”, afirma Thais.

Já Pedro Borges acredita que é importante incentivar os jovens a continuarem a promover ações para transformar territórios como os que são retratados pela agência de jornalismo Alma Preta, onde ele atua.

“É muito importante esse tipo de concurso, porque você acaba incentivando a molecada a continuar fazendo. Principalmente com a questão das fotografias por celular, algo que as meninas e meninos nas periferias têm dominado. É importante que tenham seu trabalho reconhecido”, opina.

Empreendedorismo como caminho

Contar sobre caminhos possíveis, explorar e compartilhar as riquezas e soluções, muitas vezes consideradas caseiras, mas que impactam a vida das pessoas que estão ao nosso lado e usar a sabedoria de quem vive no entorno são aspectos valorizados pelo Periferia em Movimento. O coletivo traz o olhar específico e aprofundado de pensar a juventude a partir do extremo sul de São Paulo.

Para Aline Rodrigues, que integra a agência de jornalismo, o Pense Grande Sua Quebrada vem para trazer uma provocação e traduzir a discussão sobre empreendedorismo. Muitas vezes, o jovem que se sente à margem não se vê capaz de ser protagonista das mudanças que sonha para si e seu entorno.

“(O concurso) É mais do que explicar, é refletir com o jovem quais são as possibilidades de pensar em empreendedorismo dentro do histórico de vida dele, das pessoas à sua volta, do território e das coisas que ele acessa. Muitas vezes a juventude periférica é conduzida para ter somente uma alternativa de vida e não percebe seus talentos e a chance de fazer por conta, de fazer acontecer!”, reflete Aline.

QUER PARTICIPAR?

Faça uma foto significativa e inspiradora da pessoa ou projeto da sua quebrada. Serão consideradas a representação do tema empreendedorismo social, a relação da foto com a legenda e a descrição de até 280 caracteres, que precisa ser explicativa e coerente.

Além disso, será levada em conta a criatividade, a nitidez, o foco e a composição artística da fotografia.

Acesse a página do Pense Grande Sua Quebrada e leia com atenção o regulamento Espalhe essa ideia e enalteça sua quebrada pelo mundo!



 

Notícias relacionadas

Jovens participantes do encontro Empreendedor do Pense Grande posam para foto em grupo em cima de um palco
28 de outubro de 2019

Encontro Empreendedor fortalece rede de jovens e troca de experiências

6 de setembro de 2019

Imersão Pense Grande: autoconhecimento e troca entre empreendedores

Alunos, pais, formadores e colaboradores do Pense Grande estão reunidos no palco do Demoday, evento que premia jovens empreendedores formados na metodologia Pense Grande.
29 de julho de 2019

Jovens empreendedores criam projetos para resgatar autoestima e incluir refugiados