alt marcas
14 de novembro de 2018

Série de encontros conecta estudantes e donos de empreendimentos em uma experiência de troca e inspirações

Durante o mês de setembro, os participantes da 5ª edição do Pense Grande passaram por mais uma etapa de desenvolvimento, com a oportunidade de trocar e compartilhar ideias com jovens de outras escolas, além de conhecer as trajetórias de empreendedores já consolidados nas mais diversas áreas.

Os Encontros Empreendedores fazem parte da 6° oficina do Pense Grande e complementam o aprendizado ao focar na construção de modelos de negócio. Foram realizados sete eventos, reunindo, em cada um deles, três das ETECs e Fatecs contempladas pelo programa.  O principal objetivo foi proporcionar um ambiente de estímulo, inspirando os jovens a expandirem os conceitos de inovação em suas propostas empreendedoras.

“(Os encontros) conseguem dar voz e referenciais para os jovens. Às vezes, eles não têm esse contato na família ou na comunidade e, por isso, não enxergam o que podem fazer!”, reforça o Professor Monteiro, gestor da metodologia Pense Grande no Centro Paula Souza, parceiro da Fundação Telefônica Vivo na implementação do programa.

 

Pense Grande na formação de jovens

O Pense Grande engloba 60 horas formativas, nas quais os jovens realizam atividades e dinâmicas que os levam até a criação de um projeto social. Nesta 5ª edição, os jovens entram em contato com a cultura empreendedora de forma mais orgânica, já que o programa entrou na grade curricular de 17 turmas de ETECs e Fatecs de São Paulo.

“A educação do século XXI tem que tornar o aluno protagonista da vida dele. Fazer com que tenha um projeto de vida, compreenda as relações entre capital e trabalho, que o aluno entenda que o novo mercado de trabalho está em constante mudança. Esse percurso formativo ao longo do Pense Grande desenvolve competências socioemocionais muito rapidamente”, fala o Professor Monteiro sobre a importância da integração da metodologia ao aprendizado dos alunos dessas instituições.

 

Encontros que conectam e inspiram

Os Encontros Empreendedores mostraram trajetórias como a de Paola Miorim, criadora de grupos de consultoria que atuam diretamente no engajamento empreendedor da região de Ribeirão Preto (SP).

“Foi uma experiência sensacional compartilhar todos os meus erros e acertos com os jovens”, conta a empreendedora, convidada para o evento na Fatec da cidade do interior paulista. Paola é co-criadora da MOVER (Movimento Empreende Ribeirão) e da Rede Bambu de Mulheres Empreendedoras.

A visão de Paola Miorim é compartilhada pela fala de Ricardo Agostinho, empreendedor na área de Tecnologia da Informação, que recentemente esteve no Vale do Silício e trouxe aos jovens do Pense Grande as tendências do mercado da tecnologia.

“Acredito muito em iniciativas que promovam crescimento pessoal, pois essas pessoas são as grandes responsáveis pelas soluções dos problemas reais que enfrentamos”, reafirma o especialista.

As estratégias para comunicar as ideias ao público alvo também foi um dos destaques dos eventos. Ricardo Rocha, que abandonou um cargo de gestor para abrir a Caminus, empresa de bicicletas e estilo de vida, conversou com os jovens da Fatec Zona Leste-SP.

“Empreender requer persistência. Quis estimular os jovens a não desistirem, conhecerem de perto o seu cliente e entender qual é a sua maior necessidade”, aponta o fundador da Caminus.

Já na ETEC Ferraz de Vasconcelos, os estudantes receberam conselhos vencedores do lutador Edgar Mombasa, que pratica MMA pelo Corinthians. “Alguns sentem a tal da insegurança, e alguns têm medo de arriscar, mas a grande realidade é que se você não arriscar, não será capaz de se cobrar”, ensina o lutador.

 

Conectados à metodologia

Cerca de 30 jovens do programa Pense Grande se reúnem para foto durante encontros com empreendedores

 

Os jovens também puderam assistir às apresentações de outros estudantes, além de opinar, identificar problemas, apresentar soluções e encarar o desafio de ocupar o papel de um investidor.

“Dar feedback ao grupo que estava apresentando o seu pitch e pensar o valor que investiríamos não foi uma tarefa fácil. Agora sabemos como é estar nos dois lados”, conta o estudante Guilherme Martins Alves (16), do curso de logística aeroportuária da Fatec Guarulhos.

Essa experiência, no entanto, potencializou os discursos e ajudou os participantes a se prepararem, com mais perspectiva e protagonismo, para a etapa final, marcada pela apresentação dos projetos no Demoday.

“Se você comparar esses jovens na primeira oficina e depois na última, verá o processo de maturidade, preparando esse aluno para ser criativo e não deixando o medo de errar impedi-lo de tentar”, observa o professor Monteiro sobre os efeitos da realização dos encontros.

Sobre esta conclusão, Gabryela Ventura (16), também da Fatec Guarulhos, complementa: “antes de irmos ao(s) encontro(s) tínhamos uma visão limitada das coisas. O contato com empreendedores e as atividades ajudaram a perceber que o nosso projeto é muito mais amplo”.



 

Notícias relacionadas

A imagem mostra grupo de 50 professores enfileirados durante o Demoday. Formação do Pense Grande aliou o ensino de empreendedorismo à construção de aulas
4 de dezembro de 2018

Pense Grande leva ensino de empreendedorismo à formação de professores

Na imagem os quatro integrantes do TIPMES, que promove a saúde de idosos, estão sorrindo e posando para foto em evento.
30 de novembro de 2018

Projeto de alunos de ETEC promove a saúde de idosos

Na imagem, equipe de colaboradores, formada por cerca de 20 integrantes, se reúne em volta de um totem do Pense Grande durante o Demoday
26 de novembro de 2018

Aplicativo que incentiva reciclagem é um dos vencedores do Demoday