alt marcas

Imersão do Pense Grande Incubação reuniu os trinta empreendedores selecionados para uma jornada de troca de vivências. Confira a experiência sob o olhar dos jovens!

6 de setembro de 2019

Após anunciar uma nova estrutura para a 5º edição do programa de Incubação e selecionar 30 projetos para participar desta jornada, o próximo passo foi reunir os empreendedores, vindos de todas as regiões do Brasil, para o primeiro encontro da Imersão Pense Grande, que ocorreu no interior de São Paulo. Ao longo de cinco dias em agosto, os jovens trocaram conhecimentos e vivências em um processo intenso de autoconhecimento.

“São muitas histórias potentes e fortes, que mexem muito com a gente! Esse é o ponto alto da imersão: Encontrar outros empreendedores que partiram do mesmo lugar, ou de lugares ainda mais adversos que o seu, e transformaram as dores e dificuldades em impacto social”, conta Amanda Aguiar, de 26 anos, que está à frente do empreendimento Grana Preta. “Podemos ouvir outras pessoas falando pela gente, as mesmas coisas que a gente enfrenta”, reflete.

A semana da Imersão Pense Grande inclui dinâmicas, atividades e palestras não apenas sobre empreendedorismo, mas também trabalho em equipe e, sobretudo, desenvolvimento pessoal. Nesse processo, muitos aspectos das trajetórias dos jovens empreendedores foram detalhados e isso cria identificação entre os participantes.

“Pude me abrir mais, me senti acolhido. Muitas das circunstâncias ruins que os outros jovens vivenciaram batiam com o que eu tinha passado. E, de repente, eu tenho com quem conversar sobre isso!”, acrescenta Lucas Felippe, fundador do Cooltivando “Curitiba, por exemplo, é uma capital que tem poucos negros, então o meu círculo social é predominantemente branco. Ali, pude falar sobre as coisas que me frustravam por estar em um ambiente não representativo”.

Jovens dos 30 empreendimentos escolhidos para a Imersão do Pense Grande estão em pé formando um círculo sob luminárias em formato de estrelas.

Acolhimento de referências empreendedoras

Com apoio da equipe da Aliança Empreendedora, parceira executora da Fundação Telefônica Vivo, foram desenvolvidas atividades para os empreendedores trabalharem juntos, e desenvolverem, a partir de situações diversas, condições para agir. Nesta atividade mão na massa”. registrada em vídeo, os jovens tiveram que colocar uma invenção para funcionar utilizando todo tipo de material. Confira:

Além do acolhimento proporcionado pelas atividades de troca, os participantes contaram com a presença de outros empreendedores sociais da periferia, que trouxeram reflexões sobre os desafios enfrentados e referências para os negócios sociais incubados pelo Pense Grande.

A convidada Ana Carolina Martins, do Visionários da Quebrada foi uma delas e falou, durante a atividade Aquário, sobre o “eu” empreendedor, rotinas e autocuidado. Ela deu um depoimento potente que dialogou com a realidade diária da maioria dos empreendedores que estão participando da Imersão Pense Grande.

 

Cinco jovens que participam da Imersão do Pense Grande estão posando lado a lado da empreendedora Ana Carolina Martins, que usa blusa amarela embaixo de camisa azul claro e foi a empreendedora referência da atividade do Aquário.

Um dos maiores desafios que eu enfrentei no meu negócio partiu de uma perspectiva pessoal: quem sou eu como empreendedora” relatou Ana Carolina Martins, que na foto veste camisa clara e jaqueta amarela. No vídeo abaixo, você confere um trecho da conversa que ela teve com os jovens empreendedores.

Atividades que impactaram realidades

Para Larissa Dornelles, fundadora da Brado Instrutoria, um negócio social voltado para educação financeira acessível, a atividade mais marcante da imersão foi o momento em que os empreendedores foram convidados a apresentar o modelo de negócios de seus projetos e receber feedbacks, em tempo real, dos colegas.

“Às vezes tem coisas que estão tão integradas com o que a gente faz, que esquecemos de comunicar isso para as pessoas. Por isso, é importante receber feedback, principalmente porque são pessoas que partem de um histórico muito diverso, de áreas diferentes”, relata a empreendedora, que tem 27 anos e também é professora. Ela deixou um depoimento sobre a experiência:

Já Lucas Felippe saiu impactado pela atividade do propósito-almofada: “Teve um exercício sobre propósito, em que ele era representado por uma almofada, e você tinha que chegar até ela. No caminho, você tinha que convencer os outros participantes a darem passagem e ir atrás da sua realização. Foi desafiador, porque foi preciso convencer cada um de uma maneira diferente, sem desistir! Se eu pudesse ficaria um mês em imersão!”.

Tiago Bicalho, do projeto Centro Criativo e também participante da Incubação Pense Grande fez o relato abaixo em vídeo sobre a mesma atividade:

Motivação e desconstrução

Amanda Aguiar conta, ainda, que ao conversar com os outros jovens durante a Imersão Pense Grande percebeu que algumas dinâmicas desconstruíram realidades. Trouxeram à tona questões importantes sobre identidade e impactaram profundamente a perspectiva pessoal dos empreendedores. Os termos técnicos sobre empreendedorismo foram deixados um pouco de lado e a humanização dos processos foi o tópico principal das atividades.

“Saí de lá transformada! Sempre saio das imersões com outro gás, pensando que eu tenho que focar cem por cento no Grana Preta! Saio acreditando muito mais no meu negócio e na minha capacidade de levá-lo adiante, de ser sustentável financeiramente, de viver do empreendimento”, relata.

A partir de agora, os empreendedores já começam a orçar todos os recursos de que precisam para fazer com que o negócio funcione. Eles contarão com um investimento que permitirá tirar os planos do papel. O mais interessante, para Amanda, é que os encontros abriram portas para futuras parcerias entre os empreendimentos. “Já estou considerando os serviços de outros empreendedores que conheci nessa rede. A possibilidade de estar fortalecendo outros negócios de impacto social é incrível!”, acrescenta.

“Agradecemos a Amanda Aguiar, Lucas Felippe, Larissa Dornello e Thiago Bicalho, participantes da Imersão Pense Grande, por compartilharem imagens, vídeos e um pouquinho do seu olhar para esta pauta”!


 

Notícias relacionadas

Jovens participantes do encontro Empreendedor do Pense Grande posam para foto em grupo em cima de um palco
28 de outubro de 2019

Encontro Empreendedor fortalece rede de jovens e troca de experiências

Imagem mostra um jovem de tranças, de braços erguidos, olhando para um celular que está em suas mãos
3 de setembro de 2019

Periferia em foco: quem empreende e transforma sua quebrada?

Alunos, pais, formadores e colaboradores do Pense Grande estão reunidos no palco do Demoday, evento que premia jovens empreendedores formados na metodologia Pense Grande.
29 de julho de 2019

Jovens empreendedores criam projetos para resgatar autoestima e incluir refugiados