alt marcas
15 de fevereiro de 2018

Cidade de Salvador é a primeira a receber os dois programas da Fundação Telefônica Vivo ao mesmo tempo.

O Colégio Estadual Norma Ribeiro, em Salvador, foi o primeiro de Ensino Médio do Brasil a receber os programas Pense Grande e Inova Escola ao mesmo tempo. Durante três meses, os 423 alunos passaram pela fase de sensibilização da comunidade escolar: enquanto os professores recebiam a formação do programa Inova Escola, os alunos aprendiam sobre empreendedorismo social com o Pense Grande.

No dia 19 de dezembro, para concluir a formação do Pense Grande foi realizado o Demoday, dia de apresentações dos empreendimentos desenvolvidos pelos estudantes. No encontro, foram mostrados cinco trabalhos, frutos de muito aprendizado e dedicação desde 31 de agosto, quando ocorreu a primeira dinâmica do programa.

Os empreendimentos foram apresentados a uma mesa de jurados composta por um membro da gestão escolar, uma professora do turno da noite, um líder comunitário, um representante da Fundação Telefônica Vivo e outro do Impact Hub (parceiro executor do programa).

“Os adolescentes estavam muito emocionados e nervosos. A apresentação foi protagonizada por eles. São projetos que contribuem para a própria escola e com o entorno”, disse Daniela Silva, consultora da SER, parceira local do Inova Escola.

O projeto é um piloto nacional, fruto de uma parceria entre a Secretaria de Educação do Estado da Bahia e a Fundação Telefônica Vivo.

Conheça os projetos apresentados

Cine-Debate

1º lugar: Com o objetivo de criar um espaço para discussão de temas relevantes, a ideia é criar um Cinedebate noturno. Os próprios estudantes poderão sugerir filmes de temas interessantes, a exemplo do racismo.

Grêmio Estudantil

2º lugar: O projeto propõe a criação de um aplicativo de funcionamento do Grêmio Estudantil. A ideia é criar a instância de participação dos jovens dentro da escola e que o aplicativo contribua nesse processo, para acesso a informações sobre o grêmio, proposta de chapas e outras iniciativas.

Merenda escolar saudável

3º lugar: O terceiro colocado diagnosticou que a merenda escolar é um desafio, pois os estudantes não participam dos processos decisórios referentes ao cardápio. Para solucionar a questão, a ideia é criar um mural, onde fique visível o cardápio da semana, além de espaços para opinião e debate sobre alimentação saudável.

Show de Talentos

4º lugar: O programa fala sobre a criação de uma mostra de talentos. O grupo observou que os estudantes têm muitos talentos, sem espaço para apresentação. A ideia é criar um evento e mobilizar toda a comunidade escolar.

Quadra esportiva democrática

5º lugar: O quinto colocado reflete sobre o uso da quadra esportiva da escola, pois é majoritariamente ocupada por meninos. Além disso, há um embate geracional, uma vez que os mais velhos têm mais chances que os mais novos. O objetivo é propor uma discussão de gênero e uso democrático do espaço. Para isso foi criado um placar para divulgação das atividades e também o planejamento do uso da quadra de forma mais pedagógica.